17/10/2018

Professor francês Alain Supiot fala no TRT-PR sobre o futuro do trabalho e da democracia

<<Voltar
Professor Alain Supiot
Professor Alain Supiot

O Tribunal Regional do Trabalho do Paraná recebeu nesta terça-feira (15/10) o professor francês Alain Supiot, diretor do Instituto de Estudos Avançados de Nantes e membro do Instituto Universitário da França. O jurista, autor de obras emblemáticas, como "Crítica ao Direito do Trabalho" e "Espirito da Filadélfia - A Justiça Social Diante do Mercado Total", participou do seminário "Trabalho e Democracia: Qual é o Futuro?", organizado pela Escola Judicial.

O professor foi apresentado pela presidente do TRT-PR, desembargadora Marlene T. Fuverki Suguimatsu, e pelo diretor da Escola Judicial, desembargador Cássio Colombo Filho.

Alain Supiot apresentou a trajetória e as transformações do mundo do trabalho e do capital ao longo dos séculos em países da Europa e da América. Explicou as mudanças do sentido do trabalho que, com a Revolução Francesa - e em harmonia com um Estado democrático e regulador -, estava ligado à ideia de independência do cidadão e de expectativa de prosperidade.

O jurista discorreu sobre as transformações vindas com o século 19, momento em que surgiram as grandes empresas, e em que o empregado tornou-se um subordinado e uma parte da máquina.

Na sequência, a reflexão foi sobre a segunda metade do século 20 até os dias atuais, com as multinacionais e o grande capital financeiro submetendo o Estado e o mundo do trabalho às suas regras, que se traduzem em "fazer o melhor negócio", comentou.

Esse quadro, ressaltou o professor, não apenas atinge o trabalhador - que possui cada vez menos o resguardo do Estado -, mas impacta toda a sociedade, que viverá em uma espécie de ditadura do capital: "o absolutismo liberal", afirmou o jurista.

Palestrantes e autoridades
Da esquerda para a direita: o procurador Rodrigo de Lacerda Carelli, a juíza Morgana de Almeida Richa, o professor Alain Supiot, os desembargadores Cássio Colombo Filho e Sayonara Grillo Coutinho Leonardo da Silva, o juiz Leonardo Vieira Wandelli, a desembargadora Marlene T. Fuverki Suguimatsu, o professor Sidnei Machado e o desembargador Arion Mazurkevic

Na segunda parte do seminário, a obra do professor francês e o tema do evento foram comentados pela desembargadora do TRT do Rio de Janeiro e professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Sayonara Grillo Coutinho Leonardo da Silva; pelo procurador do trabalho no Rio de Janeiro e professor na UFRJ Rodrigo de Lacerda Carelli; e pelo professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Sidnei Machado.

A mediação dos trabalhos foi do juiz Leonardo Vieira Wandelli, do TRT-PR. A plateia contou com magistrados, procuradores, advogados, acadêmicos de Direito e servidores do TRT-PR.

Para saber mais sobre o pensamento do professor francês Alain Supiot e conhecer a lista completa de suas obras acesse AQUI.

Mais fotos do evento podem ser conferidas no Flickr do TRT-PR



Assessoria de Comunicação do TRT-PR
Fotos: Alexandre Gonçalves
(41) 3310-7313
ascom@trt9.jus.br

Última atualização: quinta, 17 Out 2019, 13:29