25/02/2015

Interiorização: Escola Judicial promove curso de Redação Forense em Maringá

<< Voltar

 Foto do Professor Eduardo Sabbag durante sua fala no curso em Maringá.
Professor Eduardo Sabbag abordou o acordo ortográfico com ênfase na redação jurídica

 
Foto em plano geral do auditório onde o evento foi realizado. A imagem traz os participantes do curso sentados enquanto o professor, de pé, na frente do auditório, fala ao microfone.
Magistrados e servidores de Maringá e de outras unidades do interior do Estado participaram do curso

Quase cem pessoas, entre magistrados e servidores do interior do Estado, participam do curso “Redação Forense, Elementos da Gramática e Acordo Ortográfico” promovido nesta semana em Maringá pela Escola Judicial do TRT-PR. O coordenador da EJ, juiz Lourival Barão Marques Filho, destaca que o evento faz parte do projeto de “interiorizar as atividades com a finalidade de trazer a capacitação para perto de magistrados e servidores”. 


O curso foi realizado no auditório do Fórum Trabalhista de Maringá e teve 98 participantes. Na cidade funciona um Polo Regional da Escola Judicial, coordenado pelo juiz 
Marcus Aurélio Lopes.

Para o advogado e professor de redação forense e língua portuguesa, Eduardo Sabbag, a aprendizagem do nosso idioma é simples, mas requer curiosidade e obstinação. Segundo Sabbag, é fundamental para a atividade jurídica o domínio da palavra, escrita e falada, para a eficiência na comunicação. A redação forense requer cuidados especiais: “nossa área não permite desregramentos que poderiam ser validados no ambiente da licença poética, nós devemos trabalhar com a correção gramatical, com a concisão, com a precisão no pensamento”.

 

Notícia publicada em 25/02/2015
Assessoria de Comunicação do TRT-PR
(41) 3310-7309
ascom@trt9.jus.br
  

Última atualização: quinta, 26 Mar 2015, 15:29