15/04/2015

Dedicação extra para compartilhar experiência com grupos de servidores

<< Voltar

A agenda do juiz Luzivaldo Luiz Ferreira reserva, toda semana, pelo menos duas horas para ministrar aulas e aprimorar o conhecimento jurídico de servidores da Vara do Trabalho de Cianorte e do Fórum de Maringá. O que começou de maneira informal é hoje uma iniciativa reconhecida pela Escola Judicial, que contabiliza as aulas para fins de adicional de qualificação. 

A ideia do grupo de estudos surgiu de conversas com servidores de Cianorte, interessados em se aprofundar nos assuntos jurídicos. “Quando propus um curso, obtive resposta muito favorável”, afirma o juiz, natural de Ourinhos (SP) e que atua há 15 anos na magistratura trabalhista. Já no primeiro ano, o interesse pelo curso aumentou e as aulas acabaram sendo estendidas a 25 servidores de Maringá.

Imagem traz o juiz Luzivaldo Luiz Ferreira

Magistrado criou curso para aprofundar questões jurídicas

Entre os tópicos analisados estão contrato de trabalho, remuneração e salário, audiências e intervenção de terceiros no processo. Para a abordagem das matérias, o juiz utiliza os assuntos retratados nas Súmulas do TST. 

Oficial de justiça por onze anos no Tribunal de Justiça de São Paulo, Luzivaldo se interessou pela magistratura trabalhista após assistir a exames orais do concurso para juiz do TRT da 15ª Região (Campinas): “a partir de então, fixei como meta esse ramo do Direito”. Em 2001, ingressou na magistratura pelo TRT do Rio Grande do Sul, sendo removido no ano seguinte ao Paraná. O magistrado está à frente da Vara do Trabalho de Cianorte desde 2013, numa região que é polo industrial de confecções, onde “empregados e empregadores mostram-se sempre receptivos às propostas de acordo do juízo”.

O juiz Luzivaldo é casado com a servidora Fabíola Ernlund Salaverry Ferreira, lotada no Fórum Trabalhista de Maringá, e tem dois filhos. Nas horas de lazer,  tenta aprender a jogar futebol, como brincam alguns amigos juízes. Também aprecia gastronomia. “Até me arrisco na cozinha. Estou folheando um livro sobre cozinha italiana, minha preferida”.


Notícia publicada na Edição nº 213 (MAR/ABR-2015) do Informativo do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná - NONA

Foto: Alexandre Gonçalves

Assessoria de Comunicação do TRT-PR

(41) 3310-7313

ascom@trt9.jus.br

Última atualização: quarta, 15 Abr 2015, 17:37