06/07/2015

Escola Judicial leva debate sobre impacto do novo CPC aos Campos Gerais

<<Voltar

Imagem em primeiro plano traz Professor Luiz Rodrigues Wambier durante a conferência

Professor Luiz Rodrigues Wambier 

As regras do novo Código de Processo Civil ficaram mais semelhantes ao processo interpretativo do Direito do Trabalho e isso deve facilitar a harmonização das normas pelos operadores do Direito. A avaliação é do jurista Luiz Rodrigues Wambier, que fez palestra para magistrados e servidores no auditório do Fórum trabalhista de Ponta Grossa (02/07), a convite da Escola Judicial do TRT-PR.
Debatendo as novas ferramentas de agilização processual, Wambier analisou a regra do novo CPC que prevê honorários em cascata para os advogados, que se acumulam a cada recurso não provido. "Uma empresa que use o recurso para rolagem de dívida vai fazer as contas: quanto custa recorrer? Parece que, se bem entendido e aplicado, este será um fator de desestímulo", afirmou o jurista.

Sobre a aplicação do novo CPC na esfera trabalhista, Wambier disse que cabe "em quase tudo aquilo que não for excepcionado, por exemplo, na regra da fundamentação das sentenças". "Felizmente", acrescentou, "são poucos os que estão reclamando de que essa regra cria mais problemas do que soluções". "Eu digo que esta é uma das regras-exemplo, em que o processo civil vai trazer uma nova perspectiva inclusive para o processo do trabalho", argumentou.

Participaram do evento em Ponta Grossa os desembargadores Ubirajara Carlos Mendes e Cássio Colombo Filho; o ex-presidente do TRT-PR José Fernando Rosas; o ex-presidente nacional da OAB Roberto Busato, magistrados e servidores.

LUIZ WAMBIER

Mestre em Direito das Relações Sociais pela UEL e Doutor em Direito pela PUC-SP, o professor Luiz Rodrigues Wambier é consultor do American Law Institute, membro do Instituto Iberoamericano de Derecho Procesal e árbitro de referência na Câmara de Arbitragem das Indústrias do Paraná. Wambier é professor titular da UNIPAR e professor do Centro de Extensão Universitária.

Fotografia em primeiro plano traz o ex-presidente do TRT-PR José Fernando Rosas e o ex-presidente nacional da OAB Roberto Busato na plateia da conferência
O ex-presidente do TRT-PR José Fernando Rosas e o ex-presidente nacional da OAB Roberto Busato
Fotografia em plano geral aberto traz a plateia do auditório ocupada pelos participantes
Conferência foi ministrada no auditório do Fórum Trabalhista de Ponta Grossa

Notícia publicada em 06/07/2015
Fotos: Luiz Munhoz
Assessoria de Comunicação do TRT-PR
(41) 3310-7313
ascom@trt9.jus.br
Última atualização: segunda, 6 Jul 2015, 18:06