30/08/2018

Acontece hoje palestra Perspectivas Econômicas no Serviço Público e Gestão

<<Voltar
Foto economista Eduardo Giannetti
Economista Eduardo Giannetti

NO economista Eduardo Giannetti proferirá no dia 31 de agosto (sexta-feira), no edifício-sede do TRT-PR, a palestra "Perspectivas Econômicas no Serviço Público e Gestão". O evento, organizado pela Escola Judicial, é direcionado a magistrados e servidores (80 vagas) - para se inscrever, CLIQUE AQUI.

A Escola Judicial informa que não há previsão de pagamento de diárias e deslocamento para participação.

A conferência, com duração de uma hora e meia, encerra o Encontro de Diretores de Secretaria de Vara do Trabalho dos TRTs das 9ª e 10ª Regiões.

O palestrante
Graduado em Economia e Ciências Sociais pela USP e PhD em Economia pela Universidade de Cambridge (Inglaterra), Eduardo Giannetti da Fonseca foi professor na Universidade de Cambridge, FEA/USP e do Instituto de Ensino e Pesquisa (antigo Ibmec).

O palestrante é autor de diversos livros que tratam de questões econômicas, dentre os quais "Vícios Privados, Benefícios Públicos", "Autoengano", "Beliefs in Action", "Felicidade", "O mercado das Crenças", "O Valor do Amanhã" e "O Livro das Citações", "Um breviário de ideias replicantes". A obra "Vícios Privados, Benefícios Públicos" ganhou o Prêmio Jabuti em 1993.

Giannetti defende as reformas da Previdência e Tributária, a revisão do pacto federativo, como fatores para o reequilíbrio fiscal e a melhoria do gasto público. Um dos principais focos da crise fiscal, segundo ele, é o desequilíbrio das duas previdências existentes hoje no país. "O déficit da Previdência de 4 milhões de inativos e pensionistas da União, Estados e municípios é maior que o de 29 milhões de inativos do INSS. O gasto com o sistema previdenciário brasileiro consome de 12% a 13% do PIB", enfatiza.

Para o palestrante, o Brasil saiu da recessão. "Foi uma longa e árdua recessão. E os empresários que conseguiram sobreviver a ela provam que estão com o sistema imune em ordem". Mas, segundo ele, a recuperação da economia depende, ainda, da definição do quadro político, que deve ser renovado com as eleições deste ano, geração de emprego e retomada de investimentos. "O desemprego é uma variável de resposta lenta. E os empregos que estão sendo criados são de baixa qualidade e de baixa remuneração. O emprego formal e de qualidade ainda é claudicante", afirma.

Além do macro cenário econômico, Giannetti aborda, em suas palestras, temas como ética e as consequências sociais das transformações econômicas.

Serviço:
Dia 31/08/2018, às 16h.
Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 528 (Auditório do Plenário Pedro Ribeiro Tavares)

Assessoria de Comunicação do TRT-PR

(41) 3310-7309
ascom@trt9.jus.br

Última atualização: quarta, 5 Set 2018, 10:48